fbpx

Crédito consolidado: Como reduzir as suas prestações mensais?

julho 20, 2022
18_credito-consolidado.jpg

Minimizar os encargos mensais, de forma a otimizar o orçamento familiar, é agora mais importante do que nunca. Sabia que, através do crédito consolidado, é possível juntar as prestações de vários empréstimos numa só e conseguir uma poupança imediata?

Esta é uma solução simples e eficaz que muitas famílias encontram para conseguir gerir melhor as suas contas mensais e até ganhar alguma elasticidade no orçamento familiar. Neste artigo, explicamos-lhe em que consiste esta solução e quais as vantagens para a sua carteira!

 

O que é um crédito consolidado?

Se não está familiarizado com o conceito de crédito consolidado, saiba que a explicação é simples: este tipo de solução permite a junção de dois ou mais créditos numa única prestação mensal, com condições bastante competitivas.

De uma forma resumida, consiste em contrair um empréstimo para pagar todos os restantes (quer sejam crédito pessoal, automóvel, cartões de crédito ou crédito hipotecário, por exemplo).

Ao aderir ao crédito consolidado – ou crédito otimizado – terá a possibilidade de agregar todos os seus empréstimos, passando a pagar apenas uma mensalidade. Com isto, conseguirá reduzir o valor das suas amortizações mensais e, consequentemente, a sua taxa de esforço.

Não raras vezes, as famílias que recorrem a esta solução conseguem uma poupança de 60%. Por exemplo, se tem vários empréstimos que lhe retiram do orçamento 1.000 euros mensais, ao consolidar os créditos pode ficar a pagar apenas 400 euros.

 

Quais as vantagens do crédito consolidado?

Quando falamos em crédito consolidado, há um benefício logo à partida: poupar. Aderir a este tipo de crédito significa uma poupança imediata, mas podemos enumerar mais algumas vantagens:

  • Maior flexibilidade financeira: Com o crédito consolidado, vai ser mais fácil gerir o seu orçamento familiar. A única coisa que terá ao seu encargo é uma mensalidade (ao invés de várias mensalidades associadas a diversos empréstimos);
  • Taxas e mensalidades fixas: O crédito consolidado não tem surpresas, porque saberá desde o início quanto vai pagar por mês. Além disso, poderá contar com um valor mais baixo do que a soma das prestações que pagava anteriormente;
  • Mais liquidez: Ao juntar todos os seus créditos, poderá reduzir as taxas de juros e estender o prazo de pagamento. Isto resultará numa diminuição dos encargos mensais e numa poupança mensal adicional;
  • Acesso a mais financiamento: Com o crédito consolidado, além de ter a possibilidade de agregar todos os seus créditos num só, poderá, a qualquer momento, ter acesso a um financiamento extra.

 

Quer consolidar os seus créditos? Por onde começar?

O primeiro passo para aderir ao crédito consolidado é informar-se sobre as condições oferecidas pelas várias entidades bancárias. Note, por exemplo, que para consolidar os seus empréstimos não pode ter prestações em atraso (se for o caso, deve antes regularizar a sua dívida).

Uma vez conhecidas as condições, é fundamental fazer simulações junto dos vários bancos, para perceber que soluções se adaptam melhor a si e podem traduzir-se numa poupança superior. Para tal, pode recorrer ao apoio de profissionais focados na intermediação de crédito.

 

Deseja saber mais sobre intermediação de crédito e literacia financeira? Visite o blog da DS INTERMEDIÁRIOS DE CRÉDITO e aceda a conteúdos úteis e atualizados sobre finanças pessoais e soluções de poupança.

 

SABER MAIS SOBRE INTERMEDIAÇÕES DE CRÉDITO

 

Decisões e Soluções – Intermediários de Crédito, Lda, registada no Banco de Portugal, como Intermediário de Crédito Vinculado, sob o n.º 926, verificável em www.bportugal.pt/intermediariocreditofar/decisoes-e-solucoes-intermediarios-de-credito-lda